O mundo real é compartilhado.

unnamed

Uma das coisas que acho mais lindas nessa gravidez é o fato de compartilhar. Compartilhar a dádiva de gestar, de parir, de sentir. E de compartilhar tudo o mais também. Quero dizer o lado prático da história.

Para mim, que sempre quis criar filhos no mundo real (o que realmente importa), Deus mandou logo dois de uma vez. Para aprenderem desde o começo que compartilhar é necessário. Nesse mundo, os valores são diferentes. Amigos se emprestam e emprestam o que podem. Conselhos, dicas, tempo e bebês conforto, roupas, laços, mantas, banheira. Nesse mundo real isso é tão normal. E tão bonito.  Economizar é bom, claro. Mas me emociona essa entrega ( desculpem, estou mais mole que nunca ). Tudo vem com uma energia boa, um carinho, um desejo que dê certo. Coisas emprestadas me fazem feliz. Não é engraçado? Porque sinto amor nelas. Sinto apoio. Sinto que o mundo à minha volta é ele mesmo, o que eu persigo, o que quero para os meus filhos.

Alguém já disse que as melhores coisas da vida não são coisas. Verdade.  Não é o sapatinho ou a camisa ou o colchãozinho usado. É o gesto e tudo o que ele representa. As melhores coisas da vida são os amigos. E disso, ah, disso eu entendo.

Advertisements